No caso da parasitose, deve-se fazer a vermifugação. Matar os vermes que acometem os pobres animais. Dar-se-á, então, a sub-dose, ou sobre-dose, o que acaba por ocasionar a criação do super verme resistente a tudo!

24 de jan de 2011

Livro aborda experiência das Escolas Itinerantes

Como deve ser a escola que atende aos interesses e ideais da classe trabalhadora do campo e da cidade? Essa é a principal questão colocada no livro "Escola Itinerante - na fronteira de uma nova escola", de Isabela Camini, publicada pela editora Expressão Popular.

As Escolas Itinerantes acompanham os acampamentos do MST, e não têm localidade fixa. São consideradas espaços de conhecimento, criação, socialização com base em valores democráticos, e já foram legalmente aprovadas e reconhecidas pelos Conselhos Estaduais de Educação no Rio Grande do Sul (onde sofre atualmente com uma grande perseguição política), Santa Catarina, Paraná, Goiás, Alagoas, Pernambuco e Piauí.

O processo de elaboração do livro envolveu a coleta de dados e a devida reflexão, que se efetivou sob o contexto histórico dos últimos 12 anos - período em que se concretizaram as atividades pedagógicas das Escolas Itinerantes nos estados do Rio Grande do Sul e Paraná.

É a partir da preocupação sobre a atual forma da escola (um produto histórico que, apesar de disputada em seus objetivos e conteúdos pela classe trabalhadora, atende fundamentalmente aos interesses das classes dominantes) que a autora passa a discutir a experiência das Escolas Itinerantes dos acampamentos do MST.

Após situar os compromissos históricos que geraram a atual forma escolar, ela se detém à prática pedagógica desenvolvida nas Escolas Itinerantes, uma reinvenção da escola segundo os interesses das classes trabalhadoras do campo, nos limites das contradições de nossa época histórica. A autora nos mostra como essas escolas vão reconstruindo a prática pedagógica escolar através de sua estreita ligação com o meio e com a realidade vivenciada pelos estudantes.

A auto-organização dos educandos - crianças, jovens e adultos - é um dos princípais temas trabalhados pela autora no livro.

Sobre a autora

Isabela Camini é formada em Pedagogia, pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (RS). Tem especialização em Sociologia da Educação, pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Na UFRGS, realizou mestrado e doutorado em Educação. Há 18 anos, acompanha o processo de educação de filhos de Sem Terra que acompanham o MST. Ela ajudou a construir as Escolas Itinerantes e, por toda essa experiência, resolveu pesquisar, em sua tese, o processo de funcionamento, de educação e de formação dessas escolas.

Para adquirir um exemplar, acesse www.expressaopopular.com.br.

*

Nenhum comentário: